sábado, 27 de julho de 2013

Casos de Bunilla: Entrevista com Yumi Hoashi, próximos lançamentos no TCG e aumento nas vendas

Voltei gente!


Isso mesmo pessoal, Yumi Hoashi, Vice Presidente de Negócios de Cartas da Konami Digital Entertainment, falou nesta semana na Comic-Con sobre o aumento das vendas, a exibição do anime na T.V., os próximos lançamento para esse fim de semestre e os planos da Konami para o futuro do Card Game. Tudo isso com os meus comentários dóceis e meigos regados a muita revolta e satirização.

Aviso:
Artigo muito agressivo, se você tem algum retardamento ou falta de senso de humor, não leia este artigo.



 A entrevista foi publicada no ICv2 e você pode conferi-la na íntegra clicando aqui. O artigo está em inglês e caso o seu inglês esteja limitado a texto de cartas e brigas no DN, não se preocupe porque eu separei prints destacando os pontos importantes e comentei tudo que você precisa saber sobre as novidades das estampas ilustradas reveladas nessa entrevista.  :)

 P.S.: Fiz tudo no Paint mesmo porque tava de saco cheio no Notebook na hora.



A bomba já começa na introdução, quando você lê e descobre que a Vice Presidente de Negócios de Cartas da Konami é uma mulher(tá gente eu não a conhecia), enquanto o mais próximo de uma mulher que você conhece que joga YGO é aquele seu amigo meio viado ou um fake bem feito. Cadê o incentivo para as mulheres no jogo tia Hoashi?

Em seguida ela comenta sobre a exibição do anime na televisão e como isso afetou as vendas dos produtos em geral. O lance foi que eles voltaram a exibir o anime clássico de Segunda a Sexta sdds tv globinho enquanto o Zexal é exibido de Sábado e Domingo chora sab/dom animado, ao mesmo tempo que ambas as temporadas também são exibidas em outro canal. Todo esse investimento e marketing em cima do anime gerou um aumento de (pasmem) 40% nas vendas em geral, REPETINDO, 40 % NAS VENDAS DOS PRODUTOS EM GERAL. Não é a toa que estão correndo pra dublar 5D'S, prepare-se Paulo da Banquinha, tá na hora de garantir a viagem de fim de ano.


Deixando o assunto marketing um pouco de lado, Yumi Hoashi (agora já sei de quem é o nome que eu vou por na macumba) nos dá um preview dos próximos lançamentos aqui no TCG. Começando pelas esperadas Collectors Tins, que esse ano serão baseadas nos "Dragon Rulers do Judgment of th Light" (já começou errando) que serão lançadas dia 30 de Agosto. Aliás eu só fui perceber agora que falta só praticamente 1 mês pra elas serem lançadas e ainda nem foi divulgada a lista de cartas promo, já tá na hora hein tia Hoashi, como é que você vai conquistar o público Classe C fazendo esse mistério todo?

As tins vão seguir a receita de sempre, 1 carta Secret que já é revelada na tampa e mais outras 4 cartas Super que é o que o povão quer ver. Os 5 boosters das últimas coleções também como já é de praxe, mas isso é o de menos, todo mundo quer é ver as exclusivas da Jump que virão como promo, pra poder usar o seu lindo Shooting Quasar Dragon ou o grande Blackship of Corn nos torneios. Também vai ter o SD do Blue-Eyes que terá um "lançamento antecipado" programado para o dia 13 de Setembro (antecipado, aham) e tristemente sem o Maxx "C", a favela chora :'(. A sorte deles é que os fanboys pira num Blue-Eyes e a Maiden brilha muito no Spellbook, isso é o suficiente pra garantir boas vendas pro SD.


Agora vem o assunto que é na minha opinião o mais polêmico, a Deluxe Edition. O assunto já é velho mas eu ainda não comentei sobre isso, e a minha opinião é que trocar o Special Edition por esse Deluxe Edition foi uma das coisas mais mesquinhas que a Konami já fez e eu espero que ninguém compre essa caixa ridícula (o que obviamente não vai acontecer) e o SE volte com reprints bacanas.

O meu problema com essa "Deluxe Edition" (não gosto disso nem em CD) foi que ela veio pra substituir a Special Edition que era uma coisa muito legal, o problema é que deu fail. Ignorando os boosters porque a relação é quase a mesma, o Special Edition nos garantia sempre o reprint de alguma carta proibida nos torneios, ou uma carta cara, ou uma carta difícil de encontrar, ou no mínimo uma carta interessante, isso se não fosse tudo isso junto. Enquanto o Deluxe Edition nos trás um pack de 50 sleeves (não fede nem cheira, nada que uma Ultra-PRO não faça), 2 versões Ultra de cartas comuns que foram lançadas no Judgment of the Light (afinal quem não quer uma versão Ultra do Xyz Agent e da Vain Betrayer?) e 1 versão Super de 2 cartas preview que virão oficialmente no Shadow Specters (essa é um pouco interessante).

Antes de continuar metendo o pau, eu quero que você leitor analise a imagem abaixo:


A primeira coisa que me vem a cabeça é "AI MEU DEUS! A KONAMI RESOLVEU LANÇAR UMA SET ESPECIAL DE REPRINTS DE SPELLBOOK/PROPHECY EM UMA CAIXA BONITINHA! É HORA DA FAVELA INVADIR O META!", porém quando eu leio artigo eu descubro que na verdade é só a mesma box flopada da Deluxe Edition só com o tema Spellbook/Prophecy.

"Mas Bruno, seu canceriano pão-duro, se é uma caixa do Spellbook/Prophecy, com certeza deve vir algum reprint deles como promo ao invés daquelas cartas sem sentido. E os sleeves também, com certeza devem ser com uma foto bem kawai-desu moe da High Priestess!"

Não não, é a mesma porcaria da caixa do Utopia, a única diferença (até agora) além da caixa fanboy é que nessa caixa vem um manual ensinando como fazer os combos com a Judgment. 

HUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUE

Como eu disse, mesmo que não venha nada interessante nessa box (ainda mais se tratando do JOTL), ela vai vender porque a tia Hoashi apelou pro fanboyzismo (o que prova mais uma vez que a ideia por si só é mesquinha e não agrada a maioria) e como nós já pudemos comprovar com os Yu-Gi-Oscars o público do jogo é composto por uma maioria fanboy e nostalgista. 

O que agrada um pouco é o fator preço, a Deluxe Edition custará $29,99 que em comparação com o Special Edition que custava $9,99 tem uma pequena vantagem. No SE você pagava 10 dólares por 3 packs e 1 carta enquanto no DE você paga 30 dólares por 9 packs e 3 cartas, mas ganha 50 sleeves de brinde pra tentar compensar a inutilidade das cartas promo que você pode tirar. Porém, já é um valor um pouco menos acessível, traduzindo para terras tupiniquins: Se o SE tinha o preço de $9,99 e era vendido aqui por aproximadamente 25~35 reais, o DE vai chegar por aqui entre 70~100 reais sendo otimista. Isso já dificulta um pouco mais a popularidade do produto de forma geral (já que nem todo mundo vai querer gastar essa quantia por cartas aleatórias ou até mesmo com cartas) e de uma forma ou de outra é só uma maneira de vender boosters.


Depois tia Hoashi comentou sobre o Legendary Collection do Joey que é uma fanboyzisse/nostalgisse que eu aprovo. Playmat personalizado, reprints de cartas foil como comum, reprints de cartas comum como foil, tokens, cartas novas, cartas da fase clásica, tudo muito bacana. Depois comentou sobre o último booster do ano, o Shadow Specters, que será lançado dia 8 de Novembro (presentinho pros escorpianos) e virá com (PASMEM NOVAMENTE) 5 novas cartas para Noble Knights. Espero ver uma Noble Arms of Judgment, um Noble Knight Dracossack e um Rescue Noble Knight pelo menos, pra ver se os "Fail Knights" saem do flop. Gostei da decisão da Konami de ajudar um arquetipo novo que tem precisado de ajuda e que foi praticamente lançado com exclusivas do TCG, o único problema é que a última vez que a Konami apresentou esse tipo de interesse em um tema novo, Spellbook of Judgment foi criada.


Pra finalizar a leva de produtos desse segundo semestre temos os acessórios oficiais da Freskonami e a segunda leva de tins. Os acessórios não trazem nada de novo, só sleeves para combinarem com o novo SD do Blue-Eyes e Deck Boxes duplas sem graça. Enquanto que a segunda leva de tins só foi reafirmado que continuarão usando os Dragon Rulers como cover e serão lançadas dia 22 de Novembro (presentinho pros sagitarianos s2 Vitu, passe logo seus Burei).


O último assunto comentado por tia Haoshi foi o Yu-Gi-Oh Day e Demo Day (calma, não é o dia de homenagear as cartinhas do demônio). Essa notícia também já é meio velhinha mas se você não ficou sabendo eu vou traduzir mais ou menos o que a ti Haoshi falou aí em cima:

"Nós percebemos que com o anime passando todos os dias em dois canais, vários pivetinhos resolveram começar a jogar. Então decidimos fazer um dia pra lucrar em cima dos antigos jogadores e dos novos jogadores e será chamado de Yu-Gi-Oh Day e Demo Day. O Yu-Gi-Oh Day vai ser só mais um dia especial pra fazer um torneio oficial na loja, aberto ao público, valendo 1 playmat pro vencedor da loja, enquanto o Demo Day será pra você fazer uma macumba bem cara, com cachaça da boa e banquete bem servido em cima do Lacre de Orichalcos um dia para os jogadores mais experientes ensinarem os mais novos e atrairmos mais pessoas para esse vício que todos nós amamos. As inscrições serão no valor de 5 dólares e os participantes receberão esse valor em booster como participação, dessa forma nós garantimos pelo menos a venda dos boosters XD."

Tá eu fui muito tendencioso nessa tradução mas no fundo acaba sendo isso porém, não significa que não será divertido (principalmente se for booster de coleção boa) recentemente eu participei de um evento parecido e achei muito legal. O primeiro dia do evento será dia 27 de Julho, amanhã, ou melhor, hoje, e acontecerá em todas as lojas oficiais participantes dos Estados Unidos, Canadá e América Latina. Acho que estamos incluídos nesse América Latina, porém eu fui olhar as lojas participantes e não encontrei nenhuma aqui no Brasil ):


Conclusão e a Minha Humilde Opinião Sobre Essa Paiaçada Toda!

Acho que no final a Konami não fez merda e nem foi mesquinha demais, o problema foi que onde ela estava acertando, começou a fraquejar. Estava conseguindo conquistar os velhos jogadores ao mesmo tempo que introduzia novos jogadores, enquanto conseguia colocar velhos e novos jogadores em torneios e eventos competitivos. O apelo pro fanboyzismo sempre dará certo e está OK, afinal o que seria do Yu-Gi-Oh sem fanoboys? Um Magic huehuehue o problema é quando começa a usar somente isso como estratégia base de venda, não que tenha sido diferente antes mas metade dos lançamentos deste semestre seguirão este esquema. Aliás esse ano foi bem isso: Suportes pras Harpias, volta dos Synchros, resgate de temas antigos, um SD para o Blue-Eyes... Não que isso seja ruim, aliás é muito bom, principalmente pra dar uma renovada no jogo e trazer novamente a tona antigos jogadores ou simplesmente aquele sentimento nostálgico. O problema está nesses novos jogadores que aumentaram as vendas em 40% e que não acham que a primeira arte do Blue-Eyes é uma das 7 Maravilhas do Mundo. Esse público na grande maioria começou a jogar por causa da era Zexal, gostam de temas recentes e querem é na verdade temas novos (para no futuro serem fanboys também) e provavelmente estão olhando esses lançamentos do mesmo jeito que olham seus pais dançando ABBA na festa Flashback. 

Mas o problema nem esta sendo este, a coisa complica é no quesito chamar novos jogadores. O Demo Day/Yu-Gi-Oh Day  é uma ideia interessante e que pode ser muito bem explorada mas sem a devida atenção vai flopar e provavelmente vai reunir só os jogadores mais íntimos. A pessoa vem em um dia sem ter muito o que fazer e passa em uma loja e aprende a jogar, gostou, se divertiu, o próximo passo montar um deck, é aí que tem que prestar atenção. Geralmente quem vai começar a jogar já vem com aquele pensamento "Até parece que eu vou gastar mais de 10 reais em uma carta (leia-se Duality)" e quando vai comprar o deck já se desaponta um pouco. O que contribui e muito pra permanência desses jogadores são ideias como o Star Pack, o Battle Pack e o Structure Deck, principalmente o Structure Deck porque já introduz um tema novo para a pessoa com o qual ela provavelmente vai se familiarizar antes de aprender as regras gerias do jogo. O problema é que você vai ver a lista de cartas e fica com altas decepções, como já é de praxe todo SD sempre vem pro TCG meio nerfado, com alguma coisa muito boa e que vinha na versão OCG trocada por alguma coisinha desnecessária, já o Star Pack é melhor nem comentar, por trás de uma proposta de um booster baratíssimo vem um monte de cartas indesejáveis e que fazem o barato sair caro (duvido alguém conseguir passar/usar um Grenosaurus). O Battle Pack se salva porque você pelo menos tira uma carta boa/usável em seja lá qual deck você for montar ou você tira alguma carta fácil de trocar, mas a ideia desses 3 é boa, o problema é que mais uma vez entra no ponto em que eu quero chegar.

Você compra 50 cartas que você não vai usar e nem trocar pra conseguir uma carta boa, você compra 9 boosters, 3 cartas e 50 sleeves por causa de uma caixa, você compra um SD por causa de uma carta. Não é pra sair pondo carta broken e fazendo reprint com 2 meses também, mas só tornar as coisas um pouquinho menos desequilibradas, até porque a qualidade desses packs não é tão ruim (com exceção do Star Pack) o problema é justamente em querer vender coisa que ninguém quer embutido com alguma coisa que alguém quer. Pra que tirar o Guaiba do SD, pra que irar o Maxx "C" do SD, pra que tirar a Avarice do SD? Por isso que eu disse que tava acertando em lançar reprints de cartas usáveis em muitos decks, lançando arquetipos bons e baratos, fazendo o jogo mais acessível pra quem vê de fora.

Eu ia comentar os suportes para Noble Knights, mas tem que esperar pra ver o que vai vir (vai que lançam uns Inzektor Firefly da vida) e quanto a todos os outro suportes para os outros temas antigos e recentes é preciso esperar a banilist chegar pra ter certeza se é decente ou não, porque nada mais brilha ou joga com Dragon Ruler completo em campo. Acho que o caso Deluxe Edition eu já falei tudo, o que me irritou demais com aquilo foram versões Ultra de cartas que você nem quer tirar, se ainda fosse de cartas comum que o povo quer ver foil (Fire Formations, Baby Dragons, Atlantean Marksman). Já o lance do Spellbook foi terrível, pra que lançar uma caixa do tema só pra por um manualzinho do deck? Poxa 80% do deck já é mais de 30 conto, custava por 1 reprintzinho ou 2 ali, já faz quase 1 ano que tão lançando Prophecy, isso traria até mais lucro porque além de fazer o povo comprar essa caixa louca ia introduzir um público ao caro metagame do Spellbook.

Enfim essa é a minha opinião como consumidor e jogador sobre a nova estratégia da Konami e sinceramente eu acho que a Konami não está errando, porém não está progredindo desta forma. Acho que se continuar desta forma não vai mudar muita coisa. Enfim se você concorda ou discorda pode por nos comentários, se você é menina prove que eu estou errado no início do post e coloque nos comentários,  se você é fanboy e vai comprar a box do Prophecy poste também, se você é novo e acha que o Blue-Eyes daria um ótimo abridor de garrafas poste também. Enfim, deixe seu comentário, esse é o meu primeiro post aqui no blog só lembrei disso agora. Até mais!
Comentários Facebook
12 Comentários

12 comentários:

Henrique disse...

Qualidade Bunilla! ótimo post

Anônimo disse...

BITCH PLEASE, NADA MELHOR QUE GALVÃO BRUENO GUTIERRES PARA COMENTAR ESSA ENTREVISTA. QUALIDADE BUNILLA²

LG AQUI POR SER ANONIMO É SER TRANSÃO.

Anônimo disse...

Matéria legal kra.

Max disse...

Muito bacana cara, você escreve muito bem! Só toma cuidado com esses parágrafos de quase 15 linhas u.u

Parabéns \o

Enzzo Sato disse...

Post muito bom, cara! E bem-vindo ao blog

Bem, você sabe informar local e data do demo day? tenho interesse em participar

BuBa disse...

Adorei o post.

E acho que essa Deluxe Edition vai flpar lindamente u.u

CyberBlu disse...

Gostei da montagem com a Christina Bunny. Essas novidades aí são daora, principalmente a que diz respeito aos Noble Knights!

Emerson Martins de Deus disse...

Onde é que da like nessa porra? xD
Gostei muito do post você mostrou sua opinião de um jeito muito bom, e sobre essa coisa de atrair novos jogadores só penso isso:
OMG! Mais noobs no DN!

Anônimo disse...

Legal o post, mas minhas irmas tbm jogam (sempre com jogo equilibrado)

Bruno Gutierres disse...

Gente muito obrigado, esses comentários me fazem ter cada vez mais vontade de postar, cheguei agora nem dá pra agradecer um por um lol

@Max: Hehe esses parágrafos de 15 linhas são a minha opinião debochada do assunto, são grandes mesmo e podem ser pulados, eu ia colocar um aviso ali também mas achei desnecessário.

@Enzzo: Então a data do Yugioh/Demo Day é hoje (:|) mas pelo que eu vi no site da Konami esse ano não vai ter nada aqui, só nos EUA e em algumas lojas do Canadá. Espero ter ajudado.

@Buba: A chance do DE vender muito bem é eles de última hora decidirem fazer a box do Prophecy uma caixa do Prophecy de verdade, com direito a reprints e sleeves personalizados. Caso contrário, ou vai ter muita gente reclamando de ter tirado uns lixinhos como promo, ou vai ter muita gente com medo de tirar us lixinhos na promo.
Outra chance de dar certo é eles lançarem o preview do Pot of Duplicity e do Synchro 11 novo e permitir o uso deles em torneio antes de chegar o Shadow.

@Anônimo(2): O lance das meninas não jogarem foi brincadeira pq é muuuuuito raro vc ver uma menina jogando esse jogo, até hoje eu só vi pessoalmente 3 meninas jogando kkkkkk Acho que a tia Haoshi devia investir no público feminino tbm lol

Anônimo disse...

Muito bem articulado e engraçado a postagem, realmente está de parabéns, nada contra os extensos parágrafos, a úncia coisa que não gostei foi fato da crítica a mulheres jogando, tenho várias amigas que mandam super bem no Ygo, com ótimas estratégias, penso que algumas melhores que muitos garotos por ai... Bom... Realmente está de parabéns, me diverti bastante e concordo com as críticas levantadas. ^^

Anônimo disse...

Puxa, e eu querendo 3 dragon ninja pra deixar o arquetype completo. Mas nem isso.

Yu-Gi-Hoje!
Design por: Felipe Leonel - Tecnologia do Blogger
Copyright © 2015
Todos os direitos reservados
imagem-logo