quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Yu-Gi-Oscar Fevereiro - Field Spells

Ae pessoal! Trago a vocês mais um Yu-Gi-Oscar, dessa vez com um tema bastante interessante e simples. Nesse mês, a missão de vocês leitores será determinar qual é a melhor integrante de uma das classes de Spell mais legais na minha opinião: as Field Spell Cards! Tenho a sensação de que a competição será bem acirrada esse mês, visto que são muitas excelentes competidoras. Sem mais, vamos lá!

Madolche Chateau

Vamos então começar com os Madolches, um dos arquétipos mais legais lançados nos últimos tempos, na minha opinião. Esses docinhos são excelentes e têm uma Field Spell que faz jus a eles, sendo um ótimo suporte ao grupo. Madolche Chateau não só limpa o cemitério (o que é de grande ajuda para Madolche Puddingcess) como também dá um boost de ataque considerável e, mais importante de tudo, ainda adiciona os monstros que voltariam à mão. Isso é absurdamente útil, e eu creio nem precisar comentar por quê. Para completar o pacote, Chateau ainda é altamente buscável. Baita carta mesmo, inicação mais do que merecida.

The Seal of Orichalcos

The Seal of Orichalcos foi uma das cartas mais comentadas antes de sua chegada, e não é para menos: A Field fincou o pé no panteão de cartas lendárias depois de ter sido a principal carta do arco do anime Waking the Dragons, um dos melhores da história na minha opinião. Enfim, a expectativa era grande em cima do lacre e muita gente se decepcionou quando seu efeito completo foi revelado, visto que tinha vários contras e não era nada WOW, como todos torciam para que fosse. No entanto, ainda que não tenha feito jus a seu status de carta lendária, ninguém pode negar que Orichalcos e, ainda assim, uma ótima carta nos decks certos. Seu boost de 500 ATk é significativo assim como seu efeito de proteger monstros mais fracos, e além disso é difícil tirá-lo de campo sendo necessário pelo menos duas cartas. Claro que os contras também são grandes: não poder usar Extra deck e destruir todos seus monstros Special Summoned realmente prejudicam a carta, mas em decks que não precisam muito do Extra ela é uma tech ótima e merece essa indicação. 


Necrovalley


Já que já comentei sobre um suporte de Archetype e uma carta genérica, hora de falar agora de uma Field que eu diria ser um  meio termo. Necrovalley é uma carta chata ao extremo, e não só em Gravekeepers - mesmo fora do Archetype a qual pertence, Valley incomoda muita gente com seu efeito maroto de impedir que cartas saiam do cemitério, impedindo a invocação de BLS, a ativação de Monster Reborn, entre centenas de outras cartas que utilizam o grave. O pior é jogar contra essa carta em um deck Gravekeeper, onde o oponente consegue contornar o efeito dela enquanto você sofre. Sem dúvida nenhuma, uma das melhores Field Spells do jogo.

Dragon Ravine

Ravine é o motor do deck Dragunity, e ocasiona diversos combos. Sua principal função no deck é posicionar o Dragunity Phalanx no graveyard para começar as Special Summons loucas, seja descartando ele da mão para ativar o primeiro efeito, seja mandando ele do deck ao cemitério com o segundo. O bacana da Dragon Ravine é que, assim como Necrovalley, não é só em decks do archetype que ela brilha - claro,  é junto dos Dragunities que ela é realmente excelente, mas também é possível montar builds de Chaos Dragons bem consistentes com essa cartinha aqui, que enfia Eclipse Wyvern no grave para fazer as mais diversas jogadas. Outra que fica no meio termo entre suporte específico a um arquétipo e carta genérica e desempenha as duas funções muitíssimo bem. 

The Grand Spellbook Tower

Os Prophecy/Spellbooks são uma das minhas grandes apostas para o próximo formato, e apesar dessa carta não ser o principal não ser o principal motivo, ninguém pode negar sua importância para o arquétipo. Além do ótimo Draw Power e invocação que ela proporciona, só o fato de ser um Spellbook em si e poder ser ativada a qualquer momento já são ótimas vantagens que a carta traz. Ah, e não posso esquecer de mencionar: arte fod* a dela, né?

Fusion Gate

Fusion Gate é uma baita carta, apesar de não estar sendo muito usada ultimamente. Seu efeito deixa Polymerization no chinelo, permitindo inúmeras Fusions Summon no mesmo turno. E o fato dela banir os materiais, algo que pode parecer uma desvantagem à primeira vista, na verdade é um dos maiores pontos fortes de Gate, pois assim ele gera combos incríveis com E-Hero The Shining e E-Hero Electrum. Outro combo bem famoso que envolve essa field é o com Chain Material, que basicamente permite que você faça infinitas fusões no mesmo turno usando os materiais do deck. Pode não ser tão útil hoje em dia quanto outras nessa lista, mas que ela é ótima, ninguém pode negar.

The Gates of Dark World

Dentre as cartas dessa lista, essa é uma das que mais está presente no metagame atualmente por causa do archetype a qual pertence: os Dark Worlds. Junto com Grapha e Snoww, Gates foi a responsável por elevar aquele pobre arquétipo esquecido a nível de meta, tornando-o um dos decks mais chatos e fortes do momento. Descartar, comprar, e ainda ganhar um boost considerável de ataque? Sim, por favor! Acho que não preciso nem me prolongar muito sobre o quanto essa carta é boa porque todos que já enfrentaram um DW sabem do que estou falando (e quem já jogou com eles também). Forte candidata ao prêmio!

Chaos Zone

Por mais que nunca tenha usado o "calzone", já senti na pele várias vezes o poder dessa carta. Seu efeito de Recycle de monstros banidos é bastante irritante, e nem é difícil colocar Counters nela em decks Chaos Dragon (para os quais CZ foi feita), Macro, Necroface Turbo, etc. E mesmo seu último efeito, bem menos usado, também pode se mostrar bem útil, forçando o oponente a pensar duas vezes antes de tacar o Typhoon. Enfim, não é uma carta maravilhosa nem uma daquelas que vieram para mudar o jogo, mas é boa sim e merece constar nessa lista.

Divine Wind of Mist Valley

Divine Wind, sua linda *-*. Sério, eu adoro essa carta, primeiro porque acho seu efeito bem criativo e diferentão daquilo que estamos habituados a ver com Field Spells, segundo porque ela é um máquina de combos fdps. O mais recente exemplo é o Harpie Dancer FTK, uma jogada mirabolante que zera os pontos de vida do oponente com duas cartas. E qual é o elemento principal do combo? Divine Wind. Tá certo que no mundo competitivo os ventos divinos não andam aprontando nada, mas deixando isso um pouco de lado, trata-se de uma carta interessante demais para ser deixada de lado, e se querem saber, não acho que todo seu potencial tenha sido explorado. Na torcida para que Harpie Dancer FTK chegue no meta para o povo lembrar que a DWMV existe.

Geartown

Para fechar a lista, temos um dos campos mais fodelões de todos os tempos: Geartown! Sempre achei o efeito dessa carta meio desmedido. Invocar um Gadjiltron Dragon apenas por destruí-la é um pouco demais, não? Parece, mas a ausência de Geartown no metagame jpa há um bom tempo prova que ela não é tão OP assim, apesar de gerar uns decks bem fortes e divertidos. Se nunca tentou um deck Geartown, recomendo que testem, é bem simples e legal de usar. Mais uma carta simples e sem muitas frescuras, cuja única função é despejar um monstro de 3000 ATK em campo para bater no oponente rápido e forte.

Então é isso. Espero que gostem do Yu-Gi-Oscar desse mês e votem com sabedoria. Ah, e deixem sugestões para temas futuros por favor!
Comentários Facebook
6 Comentários

6 comentários:

Lucas Gaspar disse...

Melhor Meta de Todos os Tempos! XD

E meu voto vai para o Lacre, que é a melhor field disparado.

Anônimo disse...

Odeio o combo das cartols mágicas com o geartown, com isso a pessoa tem quase 90% de chances de perder se nao tiver com a mao boa.

Votarei no lacre pois é a carta do tipo cool. Quem nao gosta da carta é porque ja perdeu a alma em um duelo. xd

Ps. Carlos

Bruno Gutierres disse...

Eu acho assim, não colocar nenhuma Umi ou a The Sanctuary in the Sky ou a Magical Citadel of Endymion pra por a Chaos Zone já é desaforo.

femt disse...

kkk eu ri com o comentário acima kkkkk

Anônimo disse...

Cadê Sogem e Wasteland?

BuBa disse...

Bruno, foi ironia? O.o

Yu-Gi-Hoje!
Design por: Felipe Leonel - Tecnologia do Blogger
Copyright © 2015
Todos os direitos reservados
imagem-logo